Suplementando com Soja

Quem pratica exercícios de levantamento de peso sabe que o ganho de massa muscular depende da combinação adequada de treinos, dieta e repouso. No que se refere à alimentação, o que contribui para a hipertrofia é uma dieta hiperproteica, que deve incluir a proteína de soja.

A soja é considerada um alimento funcional, aqueles que nutrem e trazem vários benefícios à saúde, e é usada há milênios na cozinha chinesa. No ocidente, esse grão e seus derivados passaram a ser consumidos nas últimas décadas como alternativa nutricional para pessoas que adotam dietas livres de carne ou de qualquer alimento de origem animal por ser uma rica fonte proteica: 100g de soja seca contém 38g de proteína.

No corpo humano, a proteína possui inúmeras funções importantes, desde a formação de tecidos e construção da massa muscular até o transporte de oxigênio. Mas as reservas desse nutriente são reduzidas durante a atividade física, por isso é imprescindível sua reposição para que o trabalho de desenvolvimento muscular tenha êxito. Quanto maior a intensidade dos treinos, maior a necessidade de enriquecer a dieta com suplementos de proteína.

100% Soy Protein é um produto à base de Proteina Isolada de Soja. Experiências mostram que o consumo diário de no mínimo 25g de proteína de soja pode ajudar a reduzir o colesterol. Uma porção de 100% Soy Protein fornece 25g de proteína de soja.
100% Soy Protein é um produto à base de Proteina Isolada de Soja. Experiências mostram que o consumo diário de no mínimo 25g de proteína de soja pode ajudar a reduzir o colesterol. Uma porção de 100% Soy Protein fornece 25g de proteína de soja.

Entre as opções de suplementos com essa finalidade, destaca-se a proteína isolada de soja, uma farinha livre de carboidratos e gorduras que contém concentração elevada de proteína e aminoácidos, como a arginina, que ajuda na formação do músculo, e a glutamina, que ativa o sistema imunológico e promove a recuperação muscular após treinos intensos.
Por ter origem vegetal, a proteína de soja é a melhor alternativa para atletas vegetarianos ou alérgicos à lactose, os quais não podem consumir a proteínas lácteas, como a do soro do leite (whey protein) e a caseína. O tempo de digestão da proteína de soja é de 5 horas, um pouco mais lento que o tempo de absorção da proteína do soro do leite, mas ambos são eficazes na promoção da síntese proteica do músculo.

VEJA  Assault: Conheça as Substâncias e os Benefícios deste Suplemento

O mais recomendável é que a proteína seja consumida após o treino para ajudar o organismo a reconstruir a massa muscular destruída. Esse período de reconstrução muscular ocorre nas primeiras horas após o exercício com peso e é conhecido como “janela anabólica”. O ideal é consumir tanto a proteína de soja quanto a proteína láctea para prolongar o tempo de liberação de aminoácidos nessa fase.

O diferencial da proteína de soja é que, além de melhorar os resultados dos treinos, ela é fonte natural de isoflavonas, substâncias com ação antioxidante que ajudam na redução de níveis de colesterol e são utilizadas em terapias contra determinados tipos de câncer, osteoporose e reposição hormonal.

Aproveite essas vantagens da proteína de soja para ter um corpo definido e saudável.

(Visitado 209 vezes, 1 visitas hoje)