Pilates é aliado no tratamento da esclerose múltipla: entenda

A Esclerose Múltipla é uma doença neurológica, crônica e autoimune, ou seja, as células de defesa do organismo afetam o próprio sistema nervoso central, causando lesões cerebrais e medulares.

Sua causa ainda é desconhecida, mas ela afeta principalmente mulheres jovens, entre 20 e 40 anos. Embora não tenha cura, os tratamentos medicamentosos para amenizar os sintomas e evitar surtos estão cada dia mais avançados e apresentando bons resultados.

Eles envolvem, além dos tratamentos com medicamentos, sessões de fisioterapia motora e uroginecológica e, em alguns casos, fonoaudiologia e terapia ocupacional.

Nestes casos, o Pilates tem se mostrado muito eficaz para as pessoas que possuem esta patologia. Durante as sessões são trabalhados de forma dinâmica o equilíbrio, força e resistência muscular, coordenação motora, além da respiração e relaxamento.

Claro que sempre avaliando a condição do paciente em cada aula. Como a fadiga é um sintoma que muitas vezes está presente, é necessário dosar o ritmo e o tipo do exercício aplicado.

Um estudo recente realizado na Escócia, publicado em 2018 na revista “Research Matters”, editada pela Sociedade de Esclerose Múltipla de Londres, avaliou a postura, intensidade das dores e da fadiga em 15 portadores de Esclerose Múltipla, que utilizam cadeira de rodas.

Eles foram submetidos a participar de aulas de pilates por 12 semanas. Outras 8 pessoas com os mesmos sintomas também foram acompanhadas durante esse o período, sem participar das aulas. Ao final do tratamento, foi possível observar uma melhora nas dores no ombro e no pescoço dos pacientes que realizaram as aulas de pilates.

Os pesquisadores lembram que ainda são necessários estudos com maior número de participantes para validar os resultados. Mas, diante disso, é importante ressaltar que a inclusão do pilates em suas atividades pode contribuir para o tratamento, resgatando a qualidade de vida deste paciente.

VEJA  Por que comer de 3 em 3 horas?

Mas fique atento ao local escolhido para realizar as aulas: um studio climatizado e com poucos alunos por profissional é essencial para que haja um bom acompanhamento e gere bons resultados!

(Visitado 49 vezes, 1 visitas hoje)