OVO: Mitos e Verdades

O ovo já foi considerado prejudicial para saúde quando consumido em excesso, mas atualmente, estudos apontam que ele oferece muitos benefícios e pode fazer bem à saúde, principalmente se aliado a um estilo de vida saudável, contribuindo para a saúde do coração, da memória, do combate à diabete e até na perda de peso.

Confira as principais dúvidas relacionadas ao consumo do ovo:

QUAIS OS NUTRIENTES DO OVO?

O ovo é uma fonte completa de proteína, ou seja, possui alto valor biológico, com teor equilibrado de aminoácidos, sendo considerada uma das melhores fontes proteicas da nossa alimentação. Existem aminoácidos que o corpo não pode produzir, e devem estar presentes na dieta, pois desempenham diversas funções importantes para o organismo.

Um ovo tem 13 nutrientes essenciais em quantidades variadas, incluindo proteínas de alto valor biológico, além de colina, ácido fólico, ferro, zinco e outros.

BENEFÍCIOS DO OVO PARA A MEMÓRIA

O ovo faz bem para a memória porque a gema é uma das principais fontes de colina, um componente do neurotransmissor chamado acetilcolina, responsável pela regulação de diversas atividades neurológicas, que incluem o movimento a estimulação da contração muscular e a coordenação motora. Além disso, a colina participa na função do cérebro na parte da cognição, memória e pensamento.

O OVO ENGORDA?

Muitas pessoas não consomem o ovo, por achar que engorda devido ao seu perfil de gorduras, mas vale ressaltar que o ovo fornece gorduras boas e seu consumo não leva ao ganho de peso, ao contrário, pode ajudar no processo de emagrecimento. Estudos recentes têm mostrado que, quando consumido na quantidade adequada, o ovo emagrece, ou ajuda a emagrecer quando inserido em uma alimentação saudável.

A forma de preparo também deve ser levada em consideração por quem deseja emagrecer. Uma unidade de ovo possui, em média, 77kcal, quando cozido em água, e 128kcal quando frito. Os ovos preparados com bacon, molhos e pães, são ricos em colesterol e gordura saturada, além de serem mais calóricos.

VEJA  Café da manhã ou jejum intermitente?

A melhor opção é consumir o ovo cozido em água ou poché, nesses dois tipos de preparo é preservado todos os nutrientes do ovo. Deve ser evitado frito, já que a quantidade de gordura aumenta em cerca de 40%. As omeletes e ovos mexidos são ótimas opções de consumo, desde que preparados sem óleo.

O OVO AUMENTA O COLESTEROL?

O ovo é fonte de colesterol, uma unidade possui cerca de 200mg de colesterol, a mesma quantidade diária recomendada. No entanto, já se sabe que o colesterol da dieta não é o responsável pelo aumento do colesterol no sangue, e sim a gordura saturada, que aumenta a produção de colesterol pelo organismo.

Um ovo apresenta, apenas, 37,4% de gordura saturada e, além disso, a colina (presente em sua composição) atua na redução da absorção do colesterol. Pessoas com colesterol alto não possuem restrição ao consumo de ovos, mas a quantidade não deve exceder um ovo ao dia, ou conforme a recomendação do nutricionista.

O QUE É MAIS SAUDÁVEL: A GEMA OU A CLARA?

A clara do ovo é pura proteína (albumina). Já a gema do ovo concentra vitaminas, minerais e gorduras boas, por isso, é indicado consumir o ovo inteiro.

OVO É INDICADO PARA QUEM PRATICA ESPORTES?

Por ser fonte de proteínas, o ovo pode auxiliar em dietas de atletas/praticantes de atividades físicas para o ganho de massa muscular. Além disso, o ovo auxilia no bom funcionamento do cérebro, da saúde ocular, entre outros.

É SAUDÁVEL CONSUMIR OVO NO CAFÉ DA MANHÃ?

O consumo de ovos no café da manhã promove maior saciedade, reduzindo o consumo de alimentos calóricos nas outras refeições do dia. Além disso, os ovos são uma opção mais saudável do que os queijos amarelos e a margarina.

VEJA  5 alimentos que contribuem para o controle do colesterol

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O OVO CAIPIRA E O OVO DE GRANJA?

O ovo caipira contém uma concentração maior de nutrientes, devido a alimentação das galinhas, em alguns casos podem conter mais ômega-3. A coloração da gema do ovo caipira é mais escura, devido a presença de betacaroteno, que é muito maior (cerca de cinco vezes mais), do que o ovo de granja.

QUAL O MELHOR TIPO DE OVO, VERMELHO OU O BRANCO?

O ovo branco e o ovo vermelho são iguais nutricionalmente, a diferença está na linhagem das galinhas. A raça da galinha é que influenciará na cor da casca do ovo. As galinhas brancas botam ovos brancos e as coloridas botam ovos marrons, avermelhados, podendo até ser azulados.

O ovo vermelho é mais caro do que o ovo branco porque as galinhas que o botam são maiores e necessitam de melhor alimentação. Esse “custo extra” é compensado na hora da venda dos ovos. É importante lembrar que a cor da casca não tem influência no valor nutritivo. O que pode interferir no valor nutricional é a dieta da galinha.

COMER OVO TODO DIA FAZ MAL?

Se inseridos em uma dieta variada, os ovos podem ser consumidos diariamente, desde que em quantidades moderadas. O consumo excessivo da proteína do ovo (albumina) pode provocar reações alérgicas e hipersensibilidade alimentares.

OVO DE CODORNA É SAUDÁVEL?

O ovo de codorna é mais “concentrado” que o ovo de galinha, possuindo mais nutrientes por grama, inclusive gordura, sendo também mais calórico. Contudo, ele chega a ser, aproximadamente, quatro vezes mais nutritivo.

Provavelmente, porque tem uma proporção maior de gema do que de clara, e é nela que se encontram todos os nutrientes descritos. O ovo de codorna também é rico em uma proteína conhecida como ovomucoide, capaz de aumentar a resistência do corpo humano contra alergias.

VEJA  L-Carnitina e seus benefícios

Quando comparado, cerca de 100g de ovo de galinha com 100g de ovo de codorna, ambos crus, o de codorna tem mais calorias, mais gordura e mais colesterol – porém mais proteínas, vitaminas e minerais.

OVO DE CODORNA É AFRODISÍACO?

Não existem evidências que comprovem o efeito afrodisíaco do ovo de codorna, no entanto, é fonte de testosterona e possui grande concentração de nutrientes como o ferro, vitaminas do complexo B e fósforo, além de gorduras e colesterol. O colesterol é necessário para a produção do hormônio testosterona, importante para homens e mulheres.

CONTRA-INDICAÇÕES DO OVO

Pessoas com doença renal (dieta com restrição proteica) e com colesterol alto, devem consultar um nutricionista para orientações específicas quanto ao consumo de ovos. Em casos de alergia ao ovo, o consumo deve ser evitado.

Gostou do post? Comente e compartilhe com seus amigos!

Encontre os melhores suplementos com desconto na Loja do Suplemento.

(Visitado 231 vezes, 1 visitas hoje)