O sono e a relação com o apetite

A partir da serotonina, sintetizamos outro hormônio, a melatonina. Este, por sua vez, participa de diversos processos, como o controle do sono, da resposta imunológica, além de ser antioxidante. Quando nos privamos do sono, o metabolismo da melatonina fica alterado, o que consequentemente altera a serotonina. Ao acordarmos com a produção de serotonina alterada, não há controle adequado do mecanismo de fome/saciedade, o que nos faz ingerir quantidades maiores de comida. Isso, por sua vez, altera a produção de melatonina no final do dia, desregulando novamente o sono, promovendo uma reação em cascata com a serotonina.

Alem disso, a reduzida duração do sono está associada a alterações nas hormonas que controlam a fome; por exemplo, os níveis de leptina (ação na redução do apetite) baixam, enquanto os níveis de grelina (ação estimulante do apetite) aumentam. Estes efeitos observam-se quando a duração do sono é inferior a 8 horas. Esta situação sugere que a privação de sono é um fator de risco para a obesidade.

Por isso, uma boa noite de sono é fundamental para garantir não só a regulação da fome/saciedade, como também de diversos outros processos, contribuindo para o equilíbrio do organismo.

A serotonina é diretamente sintetizada a partir do aminoácido triptofano, encontrado principalmente em banana, feijão-preto, lentilha, grão de bico, oleaginosas e alimentos na versão integral. Para que essa reação seja eficiente, são necessários os seguintes nutrientes:

• Ácido fólico: encontrado em vegetais folhosos verde-escuros, gema de ovo;

Vitamina B12: encontrada em produtos de origem animal;

Vitamina B6: disponível em cereais integrais, oleaginosas, aveia;

Magnésio: presente em vegetais folhosos verde-escuros, oleaginosas, cereais integrais;

Uma vez que esses hormônios exercem papel importante na regulação de outras funções, uma noite bem dormida garante também outros benefícios, como a melhora no humor, previne depressão e melhora atividade anti-inflamatória evitando o surgimento de gordurinhas extras.

(Visitado 291 vezes, 1 visitas hoje)
VEJA  7 frutas que ajudam a combater a impotência sexual