Entenda como a Maltodextrina e os demais carboidratos podem te ajudar a ter mais energia e recuperação na hora do treino

Atletas que desenvolvem atividades físicas de longa duração e que exigem mais força e resistência como no tênis, vôlei, natação, musculação, entre outros, precisam ficar atentos a uma série de fatores para se manterem saudáveis e com bons rendimentos.

Uma das principais aliadas para obtenção de energia, diminuição da fadiga muscular e prevenção contra a catabolização do organismo (obtenção e energia através das fibras musculares) é a alimentação.

Estudos revelam que uma dieta rica em carboidratos para pessoas que praticam esportes considerados de longa duração (mais de 90 minutos) é indicada para melhorar o rendimento durante a competição. O ideal é realizar uma refeição com base em carboidratos com alto ou médio índice glicêmico, como os pães, arroz branco, banana e a batata, de três a seis horas antes da prática esportiva, para possibilitar o aumento dos estoques de glicogênio no organismo. Contudo, pesquisadores alertam que a ingestão de carboidratos com alto índice glicêmico no período entre duas e uma hora de antecedência do exercício pode causar fadiga prematura e hipoglicemia.

A Maltodextrina ou Malto é um suplemento amplamente utilizado para estes fins de busca energética e revitalização muscular, tanto como pré ou pós-treino, por se tratar de um carboidrato complexo derivado da hidrólise (quebra da molécula devido à presença de água) do amido de milho e por possuir alto índice glicêmico. Sua estrutura é composta de polímeros de dextrose/glicose. A dextrose é fruto da conversão de enzimas do amido de milho e possui uma estrutura mais simples que a maltodextrina. Ela é igualmente utilizada na suplementação alimentar. A principal diferença entre elas, no entanto, está no fato de que esta é rapidamente absorvida pelo organismo sendo capaz de aumentar a taxa de glicose em poucos minutos após sua ingestão, enquanto que o malto, apesar de igualmente absorvido com rapidez, atua de forma gradativa, liberando a glicose aos poucos na corrente sanguínea, proporcionando energia por mais tempo.

VEJA  Congele seus alimentos de maneira correta

A suplementação com Malto pode ser complementada com a ingestão de outros compostos vitamínicos, como os ricos em proteínas e os aminoácidos. Além disso, para obter melhores resultados é importante aliar uma dieta adequada ao tipo de atividade esportiva praticada.

(Visitado 79 vezes, 1 visitas hoje)