Cúrcuma: o ouro em pó

Um dos alimentos mais bem falados do momento é a cúrcuma, ela vem se disseminando de tal forma que até estudos no combate a dengue tem se mostrado eficiente.

A cúrcuma (ou açafrão da terra) é da mesma família do gengibre e com grande diferença na coloração.

O principal destaque que eu dou para a cúrcuma é o poder anti-inflamatório. Se usada com frequência, pode ser muito eficaz para tratar várias doenças inflamatórias.

Outros benefícios:

  • Ajuda a prevenir alguns tipos de câncer
  • Melhora a função cerebral e diminui o risco de Alzheimer
  • Melhora a imunidade
  • Ajuda a desintoxicar o fígado
  • Melhora a digestão
  • Possui ação antioxidante
  • Reduz o risco de doença cardíaca

Como usar a Cúrcuma?

Pode ser usada em cápsulas, a raiz in natura ou em pó. Se você nunca tomou a cúrcuma, comece com uma dose pequena e vá aumentando aos poucos.

A forma mais fácil de encontrar é a em pó, que você encontra em qualquer supermercado. A dose padrão é de 1,5g de cúrcuma que equivale a uma colher de chá rasa de cúrcuma pura.

Qual a forma mais eficiente de tomar a cúrcuma

A melhor maneira de tomar a cúrcuma é junto com pimenta e alguma gordura. Esses dois itens aumentam a biodisponibilidade em até 2000%, ou seja, potencializam a absorção em 20 vezes mais.

A cúrcuma tem fraca biodisponibilidade devido ao seu rápido metabolismo no fígado. A pimenta ajuda a melhorar a absorção de todos os nutrientes que a cúrcuma oferece. Você pode usar a pimenta do reino ou a pimenta caiena.

Cúrcuma, pimenta cayena e óleo de coco no café dá o gás que você precisa pela manhã.

Posso usar a cúrcuma na comida?

Outra maneira de usar a cúrcuma é na comida. Alguns especialistas dizem que ao entrar em contato com o calor da comida, ela perde um pouco a eficiência, por isso, o ideal é usar na finalização dos pratos e sempre com uma pimentinha.

Veja também: GOLDEN MILK E SEUS DIVERSOS BENEFÍCIOS