Creatina e suas aplicações clínicas

A principal função da creatina para quem treina com intensidade é fornecer energia para as contrações musculares, assim, você consegue ultrapassar seus limites e realizar um treino mais intenso e com maior volume, ao mesmo tempo em que encurta a recuperação entre as séries e entre os treinos.
A principal função da creatina para quem treina com intensidade é fornecer energia para as contrações musculares, assim, você consegue ultrapassar seus limites e realizar um treino mais intenso e com maior volume, ao mesmo tempo em que encurta a recuperação entre as séries e entre os treinos.

A menopausa enfim chegou e junto inúmeras mudanças que o organismo feminino pode sofrer entre elas a perda de massa óssea, principal motivo do desencadeamento da temível osteoporose.

Para evitar quedas que podem comprometer a saúde da mulher nesta fase, o reforço na ingestão de cálcio e vitamina D é essencial, na tentativa de reversão deste quadro e claro, no fortalecimento ósseo.

Essa é a comprovação de um estudo realizado na Universidade de McMaster, no Canadá que apontou mais um aliado contra a osteoporose: a suplementação de creatina.

Afinal, a creatina tem um efeito fortalecedor do sistema músculo esquelético

A suplementação com creatina aumenta o teor de minerais e a densidade dos ossos em idosos que praticam exercícios de força. Essa vantagem pode estar relacionada à massa muscular e força aumentadas, graças à ingestão de creatina.

Muito além do desenvolvimento muscular

Além de ajudar a desenvolver os músculos, alguns estudos mostram que a creatina pode estar envolvida na memória e nos processos de aprendizagem, sua suplementação também está relacionada com melhora dos quadros em que há uma desmineralização óssea.

E não é só isso. A suplementação de creatina pode prevenir e/ou reduzir diversos processos degenerativos associados à idade. A suplementação pode ser uma estratégia nutricional promissora para o aumento da longevidade e melhora da saúde durante o processo de envelhecimento.

Fonte: Dra. Angela Martins para Revista Suplementação.

Ache seu suplemento de creatina.

(Visitado 426 vezes, 1 visitas hoje)
VEJA  Glutamina: o aminoácido dos atletas