Cálcio, te abandona na velhice?

Logo após o nascimento iniciamos a ingestão do leite materno que popularmente é chamado de alimento completo.

Este alimento, que deixa de ser materno, permanece na forma de leite de vaca durante toda nossa vida. Dentre diversos nutrientes presentes no leite, o cálcio representa um que merece grande atenção para garantir boa qualidade de vida durante o processo de envelhecimento.

Recentemente foi publicado no JAMA (Jornal da Associação Médica Americana) a grande incidência de fratura em idosos que apresentavam baixa densidade mineral óssea. A densidade mineral óssea é determinada pelo estilo de vida que temos.

Dentre os fatores, o consumo de alimentos ricos em cálcio e o estímulo para a incorporação deste nutriente nos ossos pela prática regular de atividade física são os determinantes para a população brasileira.

Em outros países o consumo de alimentos ricos em vitamina D é também um fator importante. No Brasil, o clima favorece a exposição natural a irradiação filtro solar (que deve ser feita de forma cuidadosa e em horário correto) o que estimula a síntese endógena desta vitamina.

Muitas vezes ouvimos pessoas indagando a necessidade de consumo de leite e derivados na idade adulta. Muitos relatam que os animais após a período de amamentação deixam de consumir este alimento.

Esta colocação não leva em consideração o fato de estes animais possuírem um sistema digestivo com grande capacidade de absorção de cálcio dos ossos de outros animais. Para os humanos esta capacidade é reduzida, ficando como maior fornecedor de cálcio para nosso organismo o leite e seus derivados.

Algumas pessoas apresentam intolerância ao leite devido a uma deficiência digestiva. Em alguns casos esta intolerância é contornada pelo consumo de iogurte ou consumo crescente do leite iniciando com pequena quantidade.

VEJA  11 maneiras de queimar calorias sem esforço

O cálcio então é consumido no leite e derivados representando uma “caderneta de poupança” ao longo da vida. Isto quer dizer que iremos aumentando nossa densidade mineral óssea até o processo de envelhecimento.

Durante esta etapa da vida a manutenção da atividade física, exposição correta a irradiação filtro solar e o consumo de alimentos ricos em cálcio podem garantir a integridade mineral óssea impedindo problemas como osteoporose. Além de uma boa alimentação recomenda-se uma suplementação com produtos que contenham cálcio, como proteinato de cálcio e multivitamínicos.

Não se esqueça, uma vida ativa é também fundamental para garantir a integridade mineral óssea.

Encontre o seu suplemento AQUI.

(Visitado 181 vezes, 1 visitas hoje)