O ABC do BCAA

O ABC do BCAA

Conheça as principais características destes aminoácidos e as dicas para iniciar o consumo

Por Eder Brito

Thiago Monteiro é o típico praticante de atividade física. Entre musculação, abdominais e aulas de jump, ele treina duas horas por dia em média. Além de uma alimentação balanceada, ele também utiliza suplementos alimentares em busca de melhores resultados para a hipertrofia muscular. Whey Protein, Dextrose e Albumina são parte integrante do cardápio de Thiago. E há uma semana ele começou a consumir um outro suplemento: BCAA.

Muita gente conhece esta sigla, mas pouca gente sabe que esta é a abreviação de Branch Chain Amino Acids (Aminoácidos de Cadeia Ramificada, em bom português), um dos principais suplementos em qualquer programa de nutrição esportiva, indispensáveis para a manutenção e o crescimento dos músculos. “Quem pratica musculação nunca está satisfeito, está sempre em busca de mais alternativas para melhores resultados”, explica Thiago. “Com a BCAA, eu espero encontrar mais um aliado na hipertrofia muscular”, conclui.

Segundo Licínia Campos, nutricionista da Láctea Brasil, Thiago está no caminho certo. “Os BCAA são de especial importância para atletas e esportistas, pois são mais metabolizados no músculo do que no fígado”, avalia Licínia. Ela explica que depois da digestão, a BCAA se transforma em um “combustível energético”. “Se a dieta do atleta for adequada nutricionalmente, então os aminoácidos essenciais são usados para a síntese protéica, o que otimiza a atuação humana avançada (musculação, por exemplo)”, conclui.

O cuidado para iniciar o consumo de BCAA´s também é uma parte importante do processo. Além da orientação de um médico ou nutricionista, escolher empresas e laboratórios com experiência no desenvolvimento de suplementos é parte estratégica deste “be-a-bá” inicial do consumo. “É essencial que a matéria-prima utilizada na elaboração do BCAA seja pura e de boa procedência”, explica Fabiana Carduz, gerente da Carduz Suplementos. “É importante buscar orientação para fazer uma boa escolha na hora da compra. Sempre que um consumidor é convencido a comprar um produto de preço inferior, provavelmente está perdendo em termos de qualidade e, conseqüentemente, nos resultados”, diz Fabiana. O gerente da GT Nutrition, André Cunha, complementa a teoria. “O maior cuidado é não se deixar levar 100% pela propaganda. Às vezes, a diferença de preço é a garantia de que você está tomando um suplemento de qualidade, que realmente tem na composição aquilo que está no rótulo. O consumidor deve sempre consultar a história do fabricante e da marca”, analisa.

VEJA  Os benefícios de suplementar com L-Glutamina

E quando o assunto é suplemento alimentar, sempre vale a pena lembrar: nenhum produto é milagroso. “Assim como qualquer outro suplemento, os BCAA´s devem ser consumidos dentro de um plano alimentar e de exercícios com objetivos definidos, de preferência sobre orientação de um profissional habilitado”, analisa Fabiana.

(Visitado 261 vezes, 1 visitas hoje)