8 mudanças que turbinam sua dieta

1. Comece as refeições pela salada

Quando: no almoço ou jantar.

Por que fazer: consumir alimentos com maior volume, ricos em água, fibras e com baixas calorias aumenta a saciedade e diminui a quantidade de alimentos ingeridos posteriormente. Por isso, aposte em um prato farto de verduras e legumes cozidos no início das refeições principais.

Desenvolvido para atletas que pretendem atingir melhores resultados e suprir as necessidades fisiológicas das vitaminas e minerais. O Multivitamins Foods é destinado para complementar a alimentação diária, fazendo com que o organismo aproveite melhor a energia dos alimentos, melhores suas defesas e proporcione ao indivíduo uma aparência mais saudável.
Desenvolvido para atletas que pretendem atingir melhores resultados e suprir as necessidades fisiológicas das vitaminas e minerais. O Multivitamins Foods é destinado para complementar a alimentação diária, fazendo com que o organismo aproveite melhor a energia dos alimentos, melhores suas defesas e proporcione ao indivíduo uma aparência mais saudável.

2. Coma primeiro frutas

Quando: no café da manhã.

Por que fazer: pular o café da manhã nem pensar. Comece o dia consumindo frutas, elas são ricas em fibras, água, vitaminas e minerais. Assim, você prepara o seu corpo para enfrentar as primeiras rotinas do dia com disposição, aumentando a sua concentração e rendimento no trabalho e estudo.

3. Beba muita água

Quando: durante o dia.

Por que fazer: a ingestão de água é necessária para que sejam eliminadas as substâncias tóxicas do organismo através da urina, para manter o volume sanguíneo, para evitar uma alta concentração de sais no corpo, além de repor o líquido perdido através do suor e urina.

Devemos consumir cerca de 8 copos ou 2 litros de água por dia. Mas isso depende da sua alimentação, quanto maior a ingestão de alimentos ricos em água, menor a necessidade de ingerir a bebida. Se você pratica atividade física, a necessidade aumenta. E, no calor, mais água deve ser consumida para repor o que foi perdido com o suor.

4. Faça pequenos lanches

Quando: entre as refeições principais.

VEJA  Como ficar maior e mais forte em 7 passos

Por que fazer: para manter o corpo em forma e o metabolismo acelerado, nada de ficar sem comer por longas horas. Tenha sempre por perto alimentos saudáveis e que valem por um pequeno lanche no meio da manhã e da tarde.

Iogurtes com baixo teor de gordura, biscoito integral, barrinha de cereais e fruta são boas opções para aplacar a fome e ainda por cima manter a boa forma.

5. Use um multivitamínico

Quando: uma vez ao dia.

Por que fazer: o uso de multivitamínico ajuda a atingir a quantidade adequada de vitaminas em uma alimentação deficiente. Entretanto, pessoas que são preocupadas com a alimentação e optam por alimentos saudáveis também podem não conseguir atingir a quantidade ideal.

Por isso, o uso de multivitamínico é válido. Além disso, já se sabe do poder das vitaminas na prevenção de doenças como as cardiovasculares, câncer e osteoporose.

6. Reduza apenas 100 calorias

Quando: durante o dia.

Por que fazer: a redução de apenas 100 calorias por dia da sua necessidade calórica para manter o peso pode levar a uma redução de 5 quilos por ano. Isso pode parecer pouco, mas considerando que o ganho de peso é gradativo, a longo prazo essa diminuição terá grande impacto no peso e na saúde.

Isso também mostra que não é necessária uma alimentação altamente restrita para atingir o peso desejado, levando a uma manutenção efetiva do peso atingido.

7. Consuma carboidratos

Quando: antes dos exercícios.

Por que fazer: quem faz exercícios em jejum comete um erro grave, gastando um tecido nobre do corpo, os músculos. Se não há açúcar disponível, o organismo irá utilizar proteína muscular para obter energia. Para evitar esse dano, ingira uma hora antes da atividade um alimento rico em carboidratos como pão, biscoitos e frutas.

VEJA  Exercícios e o Verão

8. Consuma carboidratos e proteínas

Quando: depois da atividade física.

Por que fazer: logo após a prática de exercício é importante repor a glicose e oferecer proteínas ao organismo para a construção de músculos. Arroz, batata, pão, macarrão, legumes, frutas são exemplos de alimentos ricos em carboidratos. Já, as proteínas estão presentes nas carnes, leguminosas (feijão, grão de bico, soja), leite e derivados dele.

Dúvidas ou sugestões nos comentários abaixo.

Encontre o seu suplemento alimentar com desconto.

(Visitado 453 vezes, 1 visitas hoje)