8 erros da alimentação pós-treino que minam seus ganhos

Você dá o melhor de si em cada exercício e jamais falta a um treino. Isso basta para conquistar resultados, certo? Errado.

A segunda etapa – que não pode ser negligenciada de forma alguma – é a alimentação pós-treino.

Então, se você é daqueles que chegam em casa e atacam a primeira coisa que encontram na geladeira, comem quilos de clara de ovos ou simplesmente não comem, saiba que pode estar jogando todo o esforço ralo abaixo.

Neste artigo, os erros alimentares mais comuns do pós-treino e como fugir deles.

1. Espera demais para comer

Infelizmente, algumas pessoas (ainda) caem no conto do jejum, acreditando que isso irá turbinar o emagrecimento. Ledo engano. O período perfeito para repor a energia dos músculos é de 30 a 60 minutos após o treino.

“É neste espaço de tempo que as células musculares estão mais receptivas a repor a energia gasta”, explica a nutricionista Mariana Nacarato, da consultoria Equilibrium, de São Paulo.

2. Enfia o pé na jaca

“Treinei pesado, eu posso!”, pensa você. E aí mora a armadilha: ao comer de tudo e demais, em vez de emagrecer e ganhar massa muscular, acaba estocando gorduras e até mesmo tendo uma queda no desempenho por não oferecer aos músculos o que eles precisam.

“Exagerar uma vez ou outra faz parte, mas considere a frequência e quantidade. Se hoje as ‘jacadas’ acontecem quatro vezes na semana, que tal reduzir para uma vez na semana e uma no fim de semana?”, aconselha Mariana.

3. Exagera nas proteínas

Com a supervalorização desse macronutriente, esquece-se de uma parte fundamental da refeição: os carboidratos. Eles evitam que o organismo use tecido muscular como fonte de energia, evitando sua perda. Então, equilíbrio é a palavra de ordem.

“A quantidade varia de acordo com o tipo de treino e características da pessoa, mas a média de proteína a ser consumida depois de um treino é de 21 gramas, enquanto a de carboidratos é de 15 a 30 gramas”, diz o especialista em nutrição esportiva Daniel Cady, da Bahia.

4. Não foca nos objetivos

Se a meta é ganhar massa muscular, é preciso consumir um pouco mais do que se gasta.

“Criar músculos não é prioridade para o corpo. Caso não haja esse excedente, ele acaba privilegiando a ida de nutrientes para o sistema imunológico, não dando aporte para aumentar o tecido muscular”, aponta Cady. Agora, se o intuito for emagrecer, basta consumir menos calorias do que as gastas – mas sempre mantendo a qualidade nutricional, ok?

5. Só pensa a curto prazo

Os músculos continuam se reparando por cerca de 24 horas após o esforço, então é preciso cuidar da alimentação o resto do dia.

“O correto é dividir a alimentação em pós-treino imediato e pós-treino tardio, que acontece de 2 a 3 horas após a atividade”, ensina Cady.

6. Consome gorduras erradas

Em vez de se jogar nas frituras, que tal apostar no óleo de coco? Ele é fonte de triglicerídeo de cadeia média, tipo de gordura que, por ser absorvido rapidamente, oferece aporte imediato de energia para recuperar o músculo. Quanto às demais, melhor fugir, pois prejudicam a absorção de nutrientes.

VEJA  Mousse de Chocolate Low Carb

7. Vai direto para o happy hour

Foi para a academia à noite e os amigos chamaram para um bar? Pense bem antes de se jogar nos drinks! Além de bem calórico, o álcool interfere na capacidade de absorção de nutrientes, prejudicando a construção dos músculos.

“Ele também atrapalha o processo de síntese proteica, fundamental para a recuperação e ganho muscular”, completa a nutricionista Giulianna Pansera, de São Paulo. Ele também aumenta a produção de cortisol, hormônio que causa acúmulo de gordura na barriga.

8. Ataca os doces

Na ânsia para repor a energia que gastou, muitos recorrem àquela tortinha ou bolacha supercalórica, jogando fora todo o esforço. A dica, aqui, é consumir mel ou gel de carboidrato durante o treino para não ter vontade de se jogar nas guloseimas depois.

Fonte: Revista Corpo a Corpo

Encontre os melhores suplementos alimentares na Loja do Suplemento.

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica, compartilhe com os amigos.

(Visitado 538 vezes, 1 visitas hoje)