7 alimentos que ajudam a retardar o envelhecimento da pele

Com o passar do tempo, os sinais de envelhecimento facial começam a ficar aparentes. Isso acontece por uma combinação de fatores internos, como a idade biológica e genética, e também causas externas, conhecida como estresse oxidativo – liberação de radicais livres que têm capacidade de danificar as estruturas celulares, como exposição ao sol, poluição, tabagismo, nutrição e falta de cuidados.     

De acordo com a Ione Leandro, nutricionista da Onodera Estética, algumas atitudes podem retardar essa ação e minimizar os efeitos do tempo.

“Uma ótima dica para prevenir o envelhecimento da cútis é ter uma dieta equilibrada em nutrientes, que garantirá a ingestão de antioxidantes retardando os efeitos dos radicais livres”.

Abaixo, Ione preparou cinco alimentos que ajudam a ter uma pele mais jovem e saudável:

Tomate – Rico em licopeno, um antioxidante capaz de eliminar os radicais livres, ajuda também a proteger a pele dos efeitos dos raios solares.

“Além de melhorar a aparência, ele diminui a oleosidade e consequentemente previne contra acne”, esclarece.

Cenoura – Além de antioxidante, é uma das principais fontes de betacaroteno, nutriente que protege dos raios UV e do envelhecimento precoce.

“O ácido lipóico existente na cenoura revitaliza o rosto, e ajuda a manter um bronzeado saudável”.

Abacate – Rico em vitamina E e B, que atuam na reprodução celular, o alimento contem óleos que restauram a hidratação natural.

“A renovação das células causada pelo consumo de abacate promove mais vitalidade e saúde dos tecidos, resultando em uma pele ficará hidratada e cheia de nutrientes por mais tempo”.

Castanha do Pará– A oleaginosa é rica em selênio, mineral com propriedade antioxidante e que ajuda a regular a produção de hormônios. Outro benefício da castanha é a prevenção do envelhecimento dos tecidos, que contribui para manter a elasticidade natural da pele.

“É importante lembrar que o limite de consumo é de 400 microgramas por dia”, explica Ione.

Linhaça – Fonte de ômega 3 e 6, atua como antioxidante e renovador celular, seu consumo regular ajuda a deixar a cútis mais suave e hidratada.

“A linhaça é composta de minerais, proteínas e vitaminas. A vitamina E previne o envelhecimento precoce e doenças neurodegenerativas”.

Peixes – Os de águas profundas e geladas são ricos em ômega 3, ajuda a formar uma substância que hidrata e tem ação protetora para a pele.

“O antioxidante astaxantina encontrado no salmão, pode ajudar a prevenir danos na pele, mantendo a aparência mais jovem”. 

Frutas vermelhas – Esses alimentos são ricos em vitamina C e antioxidantes. Contribuem na produção de colágeno.

“Tem ação anti-inflamatória, pode atenuar sinais de melasmas e diminui os danos causados pelos raios solares”, finaliza Ione.

(Visitado 30 vezes, 1 visitas hoje)