5 alimentos vistos como “amigos” da dieta mas que podem engordar

Fast-food e comidas industrializadas estão entre os alimentos que devem ser evitados não só quando se deseja perder peso, mas também quando o foco é ter uma vida mais saudável, e isso não é segredo para ninguém.

Mas existem comidas que muitos nem imaginam que podem engordar, e que atrapalham na hora de emagrecer caso não haja moderação.

“Muitas pessoas que querem perder peso ficam frustradas por não verem resultado, mas muitas vezes isso ocorre não porque ela está fazendo algo errado, e sim porque o profissional prescreveu um alimento que, ao invés de ajudá-la no processo de perda de peso, está fazendo o efeito contrário” explica a nutricionista Gladia Bernardi, coach em emagrecimento e autora do recém-lançado best-seller ‘O Código Secreto do Emagrecimento’.

Alguns dos alimentos que podem prejudicar a perda de peso são muito frequentes nos cardápios prescritos por profissionais.

“Esse é um grande erro, pois alguns itens tidos como saudáveis, mesmo que sejam pouco calóricos, podem engordar ou impedir a perda de peso se forem ingeridos em excesso”, alerta.

Gladia Bernardi lista quais são essas comidas e explica por que muitas vezes, ao invés de ajudarem, podem ser ‘vilãs’ do emagrecimento:

Suco de fruta

Muito se engana quem acha que o suco é um alimento inofensivo. Apesar de ser saudável, a fruta em excesso pode, sim, sabotar o processo de emagrecimento.

“A maioria das pessoas tem uma ideia errada em relação às frutas. Comer uma laranja é bem diferente, por exemplo, de tomar um copo de suco da fruta. Quando você come a laranja, você está consumindo as fibras e os nutrientes, mas, ao tomar um suco, você está consumindo apenas a frutose, que apesar de ser um açúcar natural, em excesso pode ser prejudicial”, afirma Gladia.

Ovo

Outro alimento que está no topo dos alimentos ‘queridinhos’ das dietas é o ovo.

Por ser um alimento barato, de preparo rápido e rico em proteína, muitos profissionais da saúde prescrevem este alimento em dietas para diminuir a ingestão de carboidratos.

Mas, para algumas pessoas, ele pode ser prejudicial.

“Há casos em que o paciente tem sensibilidade à albumina, o que gera alergia causada pela ingestão de clara de ovo. Além disso, algumas pessoas não conseguem digerir com facilidade a gema, que é a parte mais gordurosa do ovo. Então, de nada adianta receitar ovos para o paciente se ele não consegue digerir esse alimento. Essa dificuldade desequilibra o organismo e pode levar ao ganho de peso”, comenta.

Soja

Mais uma comida que ninguém imagina mas pode ser prejudicial é a soja. O consumo de soja no país aumenta cada vez mais, porque o número de vegetarianos no Brasil quase dobrou em 6 anos.

Ela seria um ótimo alimento e fonte de proteínas, se não fosse o fato de que a soja ocidental possui fitatos que ‘sugam’ todas as vitaminas e minerais do intestino e estômago. Além disso, o excesso de manganês nesse alimento pode afetar o cérebro.

“Ou seja, a soja é outro item que deve ser avaliado com cuidado, e nem sempre é indicado para uma pessoa em processo de emagrecimento”, esclarece a especialista.

Proteínas em excesso

Em dietas como a ‘low carb’ – de baixa ingestão de carboidratos, que ficou muito popular nos últimos tempos – é comum ingerir uma grande quantidade de proteínas, às vezes em dosagem muito maior que a quantidade diária recomendada.

Mas é preciso ter cuidado ao adotar esse tipo de hábito.

“Hoje é muito comum encontrarmos pessoas que não possuem as enzimas que digerem as proteínas. Isso pode levar ao mau funcionamento do intestino, que é outro fator que atrapalha o processo de perda de peso”, explica a nutricionista.

Cenoura

Um último alimento que pode fazer mal e ninguém imagina é a cenoura. Ela parece ‘inofensiva’ por ser um vegetal e ter poucas calorias, mas também é preciso ter cautela ao ingeri-la.

“Além de não ser uma opção indicada para pessoas que querem perder peso, diabéticos também devem se atentar a esse alimento. As cenouras têm alto teor de açúcar que, quando convertido em glicose, aumenta os níveis de açúcar no corpo rapidamente”, finaliza Gladia.

Fonte: Revista Suplementação

(Visitado 73 vezes, 1 visitas hoje)